#Campuseira – Primeiro dia da Campus Party BR 2014

Ontem (17/01/2014) foi nosso primeiro dia na Campus Party BR 2014.

No primeiro dia o tempo é reservado para a acomodação do pessoal, por isto só tinha um evento que foi a cerimonia de abertura da Campus Party.

155779_10151942877964150_2124916545_nAo chegar no evento lá pelas 11h já me deparei com uma fila enorme de pessoas aguardando a abertura dos portões às 12h e outra fila enorme para as pessoas sem credencial. Infelizmente o Dinho (meu esposo) teve problemas no site com a foto e não pudemos retirar a credencial antes na FNAC. Na verdade, só as pessoas que moram em São Paulo tiveram esta facilidade. A fila de credencial dava voltas e voltas e chegávamos a ficar dez minutos parados, sem a fila andar. Isto foi terrível. Ficamos duas horas na fila e infelizmente notamos que toda esta demora se deu pela falta de organização na logística dos organizadores. As pessoas da equipe de organização estavam fazendo de tudo para acelerar o processo. Conheci um cara que tinha um bolo de credenciais na mão que ficava gritando o nome das pessoas. Triste.

Depois de passar por este perrengue, aguardamos o pessoal da nossa equipe chegar para podermos entrar todos juntos. Como é a primeira vez que eu participo, descobri que é muito importante pegarmos uma mesa num lugar bom, e foi o que fizemos. Estamos sentados perto do palco principal e do OVNI da Vivo.

Depois de pegarmos a mesa, fomos cadastrar os equipamentos de valor (Notebooks, consoles e monitores) para que ninguém possa sair da campus com equipamentos que não lhe pertencem. Dessa forma podemos ficar um pouco mais tranquilos com relação a segurança. Mesmo assim colocamos cadeado nos notebooks. Depois de cadastrar, montamos nosso equipamento e tivemos que esperar a enorme fila para cadastrar as barracas e podermos nos acomodar. Honestamente, isto foi cansativo. Pegamos um lugar horrível, longe das saídas, longe dos chuveiros e longe dos banheiros, mas, faz parte, foi azar.

Confesso que chegou uma hora do dia que ainda não tinha tomado banho, o dia todo fez muito calor, queria ir ao banheiro, mas não encontrava, e quando descobri onde era estava longe pra caramba, também estava com fome e sede. Me senti um Sim do jogo The Sims quando fica deprimido e chorando por ter todas as necessidades no vermelho.

Não consigo conectar o wi-fi no meu iPhone e isto está me deixando muito frustrada, pois estou tendo que gastar meu plano para poder usar a rede social. Até o fim do primeiro dia, a internet estava imensamente instável, mas eles resolveram no final da noite.

Se você está lendo isto e ainda não veio na Campus, não se preocupe, isto é um desabafo de uma pessoa que trouxe uma equipe de 12 pessoas para a Campus Party e que ficou extremamente exausta no primeiro dia, o que, segundo alguns veteranos, é normal.

A dica que eu dou é a seguinte:

1 – Retire suas credenciais com a maior antecedência possível.
2 – Não leve bagagem logo de cara. Deixe suas coisas em algum lugar seguro e busque no final da tarde, para que você não tenha que ficar carregando peso pra todo lado.
3 – Vá de chinelo
4 – Se prepare porque você vai andar MUITO
5 – Leve dinheiro e não só cartão
6 – Tente se divertir ao máximo;
7 – Estude o mapa do evento para não se perder

Olha só os brindes que já ganhei: Café 3 corações, desconto de R$50,00 da Azul Linhas Aéreas e travesseirinho da PayPal.

995841_10151942878754150_1765990562_n 1620277_10151941864969150_1522139292_n 1781310_10151941864734150_539774681_n

1557580_10151942878759150_1707121872_nA cerimônia de abertura foi legal. Tivemos vários representantes políticos que falaram um pouco do evento. Quem apresentou a cerimônia foi o Rodrigo Fernandes do Jacaré Banguela que fez umas piadinhas bem ácidas. As mais engraçadas foram quando o representante do prefeito de São Paulo Haddad falou sobre um projeto de Wi-Fi grátis nas principais praças de São Paulo. O comentário do Rodrigo foi: “Que ótimo, agora você pode usar o wi-fi de madrugada gratuitamente, basta ir em alguma praça, super seguro.”. Depois, quando a ministra da cultura Marta Suplicy subiu ao palco, mencionou que videogame também é cultura, logo depois, Rodrigo comentou: “Se videogame é cultura, então abaixa o preço do Playstation” – causando risos eufóricos da platéia.

Resumidamente foi isto. Que venha a diversão!

Bjos.

Campus Party Brasil 2014 – 7a Edição

Campus Party 2014 eu vou

Olá queridos leitores deste humilde blog.

É com orgulho que FINALMENTE conseguirei ir à Campus Party.

Vou contar um breve resumo de uma pequena situação de karma que me ocorreu. Em meados de 2008 eu conheci muitos amigos blogueiros que hoje são famosos, e um deles me conseguiu entrada “de grátis”. Eu ia para o local do evento de ônibus, pois estava na Av. Paulista num curso de inglês, quando minha sandália quebrou-se COMPLETAMENTE, fiquei descalça no meio da rua. Depois disso nunca mais consegui ir porque comecei a namorar e sempre viajava pra praia no final de Janeiro. Finalmente, este ano tudo conspirou para que acontecesse, e da melhor forma possível, pois irei com toda a minha equipe da empresa e meu maridão também.

Serei campusera!

Para que, não sabe a Campus Party é considerado o maior evento de inovação tecnológica, Internet e entretenimento eletrônico em rede do mundo.

Postarei muito sobre a CPBR7, fique ligado.

Bjos

Desativação do perfil do facebook.

excluirfacebook

Quero notificar a todos que eu excluí o meu perfil no Facebook temporariamente.

Recentemente eu tive problemas pessoais sérios e me senti sem estrutura para receber feeds e publicar coisas. É muito fácil ir ao Facebook e escrever um desabafo porém isto pode ser mal interpretado por muitas pessoas. Cada um tem a liberdade para escrever o que quiser, mas muitas vezes ter que ler estas coisas é desagradável e se a gente não segue a pessoa ou a tem adicionada como amigo gera ofensa e mal estar.

Como falei acima, no momento não tenho estrutura para aguentar isto.

Alguns amigos, os que se interessaram (para ser sincera) sabem o  que precisam saber sobre o que estou passando e eu agradeço o apoio e carinho de todos.

O importante é que isso vai passar e algum dia irei reativar.

Por enquanto, quem quiser me seguir, basta assinar meu blog ou acessá-lo de vez enquando.

Beijos.

Árvore que sou

pensar-sentir

Árvore que sou

Passa o tempo, o tempo passa.
Vem o sol, caem as gotas, sinto a terra.
Vem o vento, vem a praga, a chuva pára.

Vejo a nuvem, sinto a brisa,
Sinto a terra umedecer e minhas raízes ali crescerem,
E o tempo passa, e passa o tempo.

Me vejo crescer, sinto o envelhecer.
Vem o medo, incertezas cheias de suas certezas.

Frio na barriga, cabeça erguida,
melhor enfrentar, melhor lutar.
Lutar por uma causa que não é guerra.

Árvore que sou, faltam-me folhas que balançam
Cheias da certeza do anoitecer e do amanhecer.
Aquilo que viu todos os dias de formas e cores diferentes,
Aquilo que sentiu e se esqueceu.

Mas para o alto cresço e deixo
A luz solar brilhar e fazer brotar
Não aquilo que fui, aquilo que sou.

Gabi Cecon

Participação no DVD Imagem & Semelhança do cantor PG

 

Pra quem ainda não viu, este video mostra a música que participei no DVD do PG.

gabi cecon flautista com o cantor pg

O DVD está lindissimo. Tem participação de vários amigos e inclusive da cia de teatro Jeová Nissi que fez uma atuação emocionante.

Vale a pena ter este trabalho em sua casa.

384590_223465861053980_1736347459_n

O DVD está sendo distribuído para o Brasil inteiro pela MK Publicitá.

=)

Tudo vai ficar bem

Compus esta canção num momento muito difícil da minha vida.

 

Tudo vai ficar bem

Quando pedras encontrei obstruindo meu caminho.
Quando descalço eu me vi
Só tinha um caminho cheio de espinhos

Minhas mãos foram marcadas
Pela força que eu dei em vão
Mas quando vejo minhas marcas
Sei que posso superar essa dor

Eu sei, tudo vai ficar bem, eu sei…

São feridas, mas saram.
São rotinas, mas mudam e me levam
Onde quero estar

Eu sei, tudo vai ficar bem, eu sei…

(Gabriela Cecon – Nov/2012)

%d blogueiros gostam disto: